Rumo a uma democracia digital?

Publicado em 22/02/11

A tecnologia será um facilitador para a implantação de uma democracia digital? Por meio da tecnologia, poderemos como os antigos gregos, fazer um plebiscito envolvendo todos os cidadãos? Será possível dispor dos atuais representantes do povo, o Poder Legislativo, seu fisiologismo e seu custo com pouco retorno para a população? A respeito do papel da tecnologia nos dias atuais, o jornal da USP fez o seguinte comentário. “A recente grande manifestação popular que aconteceu no Egito – e que ganhou ares de revolução quando o ditador Mubarak deixou o poder – teve duas grandes vedetes. A primeira, obviamente, o próprio povo egípcio, que tomou a Praça Tahir, no Cairo, e lá ficou por duas semanas até alcançar seu objetivo final. A segunda vedete dos acontecimentos no norte da África foi a internet: foi através das redes sociais que milhares de jovens egípcios traçaram seus planos de ação. É a função da tecnologia em nossas vidas como propagadora do conhecimento. Uma função, como os acontecimentos históricos atuais demonstram, que vai muito além de posts inofensivos e curiosidades adolescentes. A tecnologia é uma ferramenta poderosa, mas que ainda precisa ser mais bem compreendida e estudada. Ajudou a eleger um presidente – Barak, e derrubar outro, Mubarak. Afora a curiosidade da aliteração, são extremos de um mesmo fio que ainda está sendo desenrolado.

 Fonte: http://espaber.uspnet.usp.br:80/jorusp/?p=13779

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto a Band é legal!